[Fechar]

sexta-feira, 13 de março de 2015

O Sepultador de sonhos



Algumas pessoas acham à morte a coisa mais triste da vida, mas mais triste mesmo são as coisas que morrem em nós enquanto ainda vivemos. Percebi isso, quando encontrei o Sepultador de Sonhos e notei que não havia coisa pior do que ter um sonho enterrado.
Só conseguimos enxergar certas coisas, quando nos debruçamos sobre a janela do tempo...
Benditas são as cicatrizes que nós fazem recuperar os sonhos esquecidos. É preciso desacelerar e evocar memórias perdidas no frenético vai e vem dos ponteiros.
Foi o que fiz e percebi que aquele garoto que sonhava em fazer uma faculdade morreu em mim. Foi o que fiz, e percebi que aquele projeto das férias morreu antes do estourar do champanhe. Foi o que fiz, e percebi que muitas coisas se perderam pelo caminho...

Mas, por quê?


Impaciência, pressa, fraqueza, falta de fé, não saber ouvir...
O Sepultador de Sonhos se valeu de todos esses meus adjetivos e acabou enterrando partes de mim enquanto eu ainda vivia.Vivemos as pressas, por acreditar que não temos tempo e acabamos deixando para trás coisas que nunca deveriam ter saído de nós. Acabamos desistindo, motivados pela pressa e assim matamos um pouco do nosso futuro quando deixamos um sonho para trás.

As janelas do tempo estão sempre lá, ou melhor, sempre ai: diante da tela do computador, no volante do carro, no travesseiro, ou no celular, esperando apenas que você desacelere debruce-se sobre ela e questione-se: Estou me deixando enterrar?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...