[Fechar]

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

O palhaço

Levar alegria as pessoas é algo mágico.
Ser o motivo do sorriso de alguém é algo enobrecedor, mas, por outro lado, me deixava profundamente triste.
Pois, quem levaria alegria ao palhaço?
Sentia-me como se estivesse em uma ponta,
um termino, sem nenhum suporte ou atenção.
A vida de andarilho não era tão fantástica quanto imaginavam. Era preciso sempre estar mudando de lugar em lugar.

As vezes precisamos de algo para se apegar e que nós faça sentir vontade de ficar.
Eu era um vagante solitário, que carregava no rosto uma boa maquiagem. Esta, que impedia as pessoas de notarem a tristeza encruada em meu olhar, mesmo que uma pequena lágrima estivessem sempre pintada abaixo do meu olho.
Elas enxergavam apenas o meu sorriso. Não as culpo, como não notar um sorriso que ia, literalmente, de orelha a orelha?
Aquele sorriso escondia muitas lágrimas e, com esse disfarce, eu continuava a vagar...
Uma vez me disseram, que cada pessoa nascia com uma missão e que a minha era levar alegria as pessoas.
Não levei a serio, até o dia em que recebi o chamado de um pai desesperado.
Sua filha, no leito de morte, tinha apenas um desejo: Ver o palhaço.
Atendi o pedido.
Conversamos um pouco, brincamos e ela sorriu para mim, dizendo que agora poderia partir, porque havia dado o seu ultimo sorriso, selando assim sua felicidade para toda a eternidade.
Fechando assim seus olhos. Para sempre.
Cada pessoa tem uma missão. A minha é levar alegria as pessoas. Por isso continuo a vagar, de lugar em lugar, carregando comigo a esperança de uma dia encontrar alguém, que leve alegria ao palhaço.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...