[Fechar]

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

O Iluminado

Ele sempre foi visto como o favorito e aquilo era horrível, afinal um simples deslize seria o suficiente para que muitos se decepcionassem.
Possuir um brilho natural é bom, mas involuntariamente as pessoas sempre acabam esperando algo a mais de você.
O Iluminado era atormentado pelas sombras da própria luz. Isso é completamente sem sentido,eu sei, mas os Iluminados entenderão...
Como lidar com aquilo? Existiria uma forma de perder aquele brilho? - Questionou-se, indeciso diante daquele revês.
O Iluminado sempre foi assim, um destaque, e se o seu brilho fosse retirado, o que sobraria então?
Com certeza apenas um vão, um buraco, que dificilmente seria preenchido. Ele não era insubstituível, contudo, era único.
Mas porque todos esses questionamentos justo agora?

Porque só agora ele havia percebido que o seu brilho era um grande poder. E ao possuirmos grandes poderes, possuímos também grandes responsabilidades.
O Iluminado agora sentia medo, medo de fracassar, errar, se contradizer, desistir...
Ele era visto como o favorito, aquilo era horrível, mas o Iluminado agora não pensava mais nisso, era preciso assumir sua responsabilidades.
Era preciso levar a luz a outras pessoas e fazer assim, com que elas descobrissem o brilho dentro de cada uma delas...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...