[Fechar]

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Pausa


E hoje finalmente eu tive tempo para chorar, para sentir as velhas feridas e os calos que tanto me incomodam.
Hoje tive tempo para chorar e lembrar-se das velhas decepções, pelas quais passei como se fosse um trator sem me permitir abalar.
Tirei alguns cascões; vi algumas feridas sangrarem e voltarem a doer. Hoje tive tempo para chorar e recordar como havia conseguido tantas feridas. Tive tempo para pensar, repensar, fazer um balanço, criar novas esperanças, expectativas...

Hoje tive tempo para chorar e ouvir aquela musica que tanto gosto, conseguindo distinguir o som de cada instrumento, enquanto a chuva lá fora tocava o solo fazendo subir o inconfundível cheirinho de terra molhada.
Lembrei-me do tempo em que não havia motivos para chorar. Hoje tive pouco tempo, mais foi o suficiente para que eu pudesse chorar.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...